quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sentido


"De longe, seus olhares observam.
De longe, quem olha não vê.
Nem santos,
Nem demônios.
O rufar dos tambores novamente... será que "eles" ouvem?
O olhar fascinante.
A sombra...
...não existe.
O poder que sinto se aproximar.
Os perdidos no vendaval da vida..."

2 comentários:

Luiz Claudio disse...

Neiva ... rara, mas ótima.
e cada vez mais poeta.

elis disse...

Ou mais apaixonado pela vida!!!!!!!!!